Confira 3 passos para uma liderança de sucesso aplicada à distância.

Publicado por: Danielle Frison – 27/07/2020

Não foi apenas com o início da pandemia que o Brasil iniciou o home office, mas de fato, o que antes era aplicado por poucas empresas, e projeto de muitas, agora virou realidade.

 

Muitas são as pesquisas que estão sendo feitas com essa abordagem, e o resultado entre elas tem se mostrado comum: a expectativa de que, mesmo pós-pandemia, a flexibilidade do home office continue.

 

De fato existem muitas vantagens tanto para as empresas que conseguem obter redução de custo com espaço físico, estruturas de trabalho e custos com viagens e deslocamentos, quanto para o profissional que não enfrenta trânsito, tem flexibilidade para realizar seu trabalho dentro da sua dinâmica de tempo x necessidade e por muitas vezes, sente-se mais focado para realizar suas atividades, além, é claro, da sensação de segurança por estar menos exposto ao que esse momento sugere.

 

Mas por outro lado, os gestores estão tendo maior dificuldade em integrar, conectar e desenvolver seus times. Para o público de liderança, o home office tornou-se um desafio maior ainda.

Muitas são as causas apontadas e frustrações sentidas por de trás de cada uma delas, como:

Falta de conhecimento tecnológico para melhor manuseio das ferramentas disponíveis.
Necessidade de gestão da sua própria emoção frente a tudo que está acontecendo e como lidar com a de sua equipe.
Falta de visão sistêmica, sentem-se mais afastados da visão estratégica da empresa que obteve mudanças frente ao cenário.
Necessidade de se adaptar, rever a forma de realizar controles, processos, atividades e aceitar as mudanças.
Comunicação para feedbacks, avaliações e planos de carreira postergados - acreditam que é melhor não abordarem esses temas no momento.

Então, LÍDER, independentemente da pandemia instalada, o cenário atual - de home office - tende a permanecer e trabalhara aceitação disso pode ser o primeiro passo para sua mudança de mindset. Mas de que forma pode fazer isso?

Deixo aqui 3 passos para apoiá-lo na resolução ou reflexão das causas apontadas:

1.    Desenvolva seu autoconhecimento

Permita-se reconhecer suas emoções e a forma que cada uma delas tem interferido em suas atitudes. Faça uma reflexão sobre aspectos de sua liderança antes e agora,identifique o que de fato mudou e foi positivo, e o que precisa melhorar.

2.    Busque conhecimento

Outros gestores estão passando pela mesma situação que você, converse com alguns de sua confiança, compartilhem estratégias que cada um tem utilizado.

Explore ferramentas que possam auxiliá-lo nessa nova jornada e se tiver dificuldades,busque por ajuda, compartilhe, talvez alguém de sua equipe conheça e possa auxiliá-lo. A humildade se faz necessária, principalmente hoje que todos nós nos deparamos de fato com as coisas que ainda não sabemos.

3.    Mostre-se interessado e se disponibilize

Neste momento, estar presente, saber ouvir a necessidade do outro pode abrir novos caminhos, ideias e perspectivas, inclusive, para você.

Mantenha-se presente ainda que à distância, realize reuniões em grupo e individuais com sua equipe, e sugira que seu gestor faça o mesmo com você.

 

E acima de tudo, lembre-se que nada disso precisa ser feito sozinho, busque profissionais que te apõem e auxiliem nesse novo caminho. Isso pode ser fundamental para que você tenha o sucesso duradouro que sua jornada merece.

 

Podemos conversar e agendar uma sessão de demonstração do Coaching Executivo! Esse programa é direcionado para gestores e empresários que necessitam de apoio para alcançarem ou manterem seu sucesso profissional.

Clique aqui e entre em contato para mais informações

Voltar